terça-feira, 11 de outubro de 2011

[Castle Fic] Ready to Fall

Minha primeira fic de Castle....




Ready to Fall
Autora: Karen Jobim
Classificação: PG-13
Gênero: AU / Songfic POV Beckett
Advertências: Angst,Drama,Romance – pos SP da season 4 (4x01)
Capítulos: Era para ser One-shot, mas tera 2 capitulos.
Completa: [ ] Sim [ x ] Não

Resumo: Após os momentos tensos e difíceis da sua recuperação, Beckett pega-se pensando no que deveria fazer em seguida na sua vida. Da mesma forma, Castle está desiludido. Será que realmente eles não teriam uma chance?

Musica: One and Only – Adele.


Ready to Fall



Beckett chegara ao seu apartamento muito cansada. A mente fervia depois daquela sessão de terapia. Ela jogou a bolsa no sofá e fez o mesmo com o casaco. Precisava de um banho. Ela dirigiu-se ao banheiro e encheu a banheira com água quente. Derrubou alguns sais de banho e começou a despir-se. escovou os cabelos e prendeu-os num coque. Encarou o rosto no espelho.


Estava com olheiras o que era perfeitamente aceitável após os últimos acontecimentos. Falava consigo mesma.

“Já fazem três meses que tudo aconteceu. Você já está trabalhando a um bom tempo, tem casos novos, Castle está de volta a delegacia graças a sua relação com o prefeito... você não deveria estar com olheiras. Não deveria estar cansada, mas...”

Ela não terminou a sentença pelo menos por enquanto, em vez disso resolveu ligar o rádio e entrar na banheira para relaxar. A água estava uma delícia. Os primeiros acordes de uma canção de rock alternativo começava a tocar. Satisfeita com o ritmo, ela relaxou e fechou os olhos.

E ali estava ele, sempre presente em cada momento do seu dia. A imagem de Rick Castle era a primeira que vinha a mente assim que ela fechava os olhos.

“Castle... porque você me persegue?”


Um pequeno sorriso brotava em seu rosto. Ela sabia muito bem a resposta.

“Desde o funeral do Capitão, daquele fatídico tiro, daquelas palavras em meio a agonia e angústia. I Love you...três palavrinhas poderosas e agora Castle não sai da minha mente. Foi tudo tão rápido, tão confuso. Eu nem tive tempo de absorver tudo aquilo, mas eu lembro de tudo, cada momento, cada detalhe. Na verdade eu revivo aquele momento todos os dias, ou melhor dizendo, todas as noites. É o mesmo sonho, todo dia desde que aconteceu.”

Uma nova canção surgiu no rádio. Ela conhecia a voz poderosa de Adele mas a música não parecia familiar. Ela concentrou-se em escutar os versos.


You've been on my mind
I grow fonder every day loose myself in time
Just thinking of your face God only knows
Why it's taking me so long to let my thoughts go
You're the only one that I want


E novamente o rosto de Castle se fez presente. Talvez por influência da música, talvez pelo momento de relaxamento na banheira, Beckett apenas se entregou a uma pequena viagem de reflexão.

“Não consigo parar de pensar em Castle. E isso vem acontecendo antes do tiroteio. Na verdade, desde quando estive em Los Angeles. Daquela vez foi por muito pouco que eu não me arrisquei. Hoje penso que foi melhor assim. Mas agora que já escapei da morte e depois dessa declaração de Castle, eu não sei... porque tenho tanto medo? Porque não consigo encarar que preciso dele na minha vida? Eu namorei o Josh, tentei...porém ele não me entende. Não consegue perceber o quanto amo minha profissão, o quanto preciso ser a policial dedicada. Não me preocupo com a morte, quer dizer, não me preocupava. Levar aquele tiro me fez perceber que não sou imune, que adiar algumas decisões na minha vida pode ser pior. E se eu tivesse morrido? Minha vida teria valido a pena? Não prendi o assassin da minha mãe, não conheci a Espanha, não me apaixonei perdidamente por alguém. Não me deixei me entregar a Castle. E isso foi talvez meu grande erro.”


I don't know why I'm scared, I've been here before
Every feeling every word, I've imagined it all,
You never know if you never tried to forgive your past
And simply be mine


Ela esfregou os braços com a espuma. Suspirou e resolveu terminar o banho. Foi para o chuveiro e livrou-se da espuma e ensaboou o corpo com um sabonete liquido. Deixou a água escorrer por longos minutos no corpo. Finalmente pegou a toalha e começou a enxugar-se. Enrolada no roupão, ela voltou a frente do espelho e começou a pentear o cabelo.

“Ele ficou magoado. Com raiva de mim. Eu agi por impulso,medo. Não sei o que fazer, ele voltou a trabalhar comigo mas sinto que ele já não é o mesmo. Eu o feri. E mesmo que eu tenha tentado me explicar indiretamente que não estou pronta para um relacionamento nesse momento, que não conseguirei ser feliz enquanto não colocar um ponto final no caso da minha mãe, sinto que ele não aceitou minha justificativa, ele deve me achar uma covarde. Castle tem razão, eu sou uma covarde em matéria de relacionamentos, em assuntos do coração. A policial destemida não passa de uma adolescente indefesa e inocente quando o assunto é amar. “

Ela saiu do banho e seguiu para a cozinha. Serviu-se de um pouco de vinho tinto. Sentou-se no sofá. Ainda era possível ouvir os acordes da música.


I've been on your mind.
You hang on every word I say, lose yourself in time
At the mention of my name, will I ever love
How it feels to hold you close
And have you tell me which ever road I chose you'll go


“Seria tarde demais? Seria estranho se eu entrasse em contradição e pedisse para Castle esquecer tudo o que eu dissera antes e simplesmente pedir que ele me ame? Ele aceitaria? Ou já desistira completamente de mim? Está tudo tão confuso, tão embaçado em minha mente. Como devo agir? Estou disposta a me expor e cair de cabeça em um relacionamento? Estou pronta para cair em tentação absolutamente apaixonada por Castle e esquecer tudo mais que importa?”

“Voce está pronta Katherine Beckett?”

I dare you to let me be all, the one and only
Promise I'm worthy to hold in your arms
So come on and give me the chance
To prove up I'm the one who can
Walk them miles until the air starts
I know it ain't easy
Giving up your heart
Nobody's perfect, it ain't easy, trust me I've given up your heart


Ela suspirou. Sorriu.

“Pronta ou não, tenho apenas uma certeza. Eu estou apaixonada por Rick Castle. Muito apaixonada. Seria isso suficiente? ”

Ela terminou o vinho e fitou a janela de um ceu estrelado em uma noite atipica em NY.



Continua.......

2 comentários:

Eliane Lucelia disse...

Oiiiii, minha Gêmea querida, Adorei sua aventura em Castle, eu amo quando vc escreve sem diálogo, pq aí aparece mais o talento da escritora ( já te disse isso, mas é muito bom repetir)como explicar? A voz dada aos pensamentos de Beckett foi impressionante, muito bom, ela pensa em Castle noite e dia, parece que ela tem um conflito entre coração e cérebro, vontade e medo, enfim, não sou boa em analisar pessoas, mas digo novamente, gostei d+, já estou louca pra ler o próximo. Bjosss, orgulhosa master de ti!!!!

val disse...

concordo com tudo acima e acrescente vc tem um talento e um dom, é maravilhosa quando escreve.