segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Bones Fic - "A X-Mas Carol" - Cap.9

Esse seria o penúltimo capitulo da fic, mas se vcs toparem extendo até o ano novo... me digam o q acham!








Capitulo 9


Apto de Booth – 4am


Booth dormia sereno. Brennan acordou meio desorientada. Olhou o relógio de cabeceira. 4 da manhã. Viu o homem ao seu lado dormindo tranquilo. O homem que amava. Com cuidado, ela se levantou da cama vestiu o roupão dele que estava atras da porta e saiu do quarto. Na ponta dos pés caminhou até a sala pegando um embrulho retangular no saco que havia trazido com os presentes. Com o embrulho na mão, ela deu uma olhada na árvore de natal. Colocou-o ali. Os presentes de Parker não estavam lá. Booth acabara esquecendo de colocá-los devido aos acontecimentos da noite. Foi até o quarto do menino. Ele dormia tranquilo.



Sem pestanejar ela voltou ao quarto de Booth e devagar abriu a mesma porta do armário de onde ele tirara a caixa antes. Lá estavam os presentes. Ela retirou-os e levou para a sala procurando fazer o mínimo de barulho possível para não acordar aos dois. Ao voltar para o quarto, Booth se remexia na cama. Tirou o roupão e deitou-se. Ele resmungou.


- Onde você foi?


- Banheiro...


Ele a puxou pra si e afundou o nariz entre os seios dela adormecendo novamente.


8 am


Booth levanta da cama meio zonzo. Veste o boxer automaticamente e pega uma camiseta branca atras da porta. Esfrega os olhos e entra na sala.


- Pai! Vem ver o que o papai noel deixou pra mim.


Um tremor percorreu o corpo de Booth que então se deu conta da data e do que acontecera na noite anterior. Uma rápida busca pelo apartamento revelou a mesa posta com xícaras para tomar café, garrafa térmica, as rabanadas e pães mas nem sinal dela. Bones deve ter ido embora pra evitar problemas com o seu filho, deve ser isso, assim pensou.


Ele se aproximou da árvore e sorriu para o filho.


- O que ganhou garotão?


- Um microscópio eletrônico! Melhor do que eu tinha visto pai! E olha, o kit de produtos.


- Que ótimo!


Ele sorriu diante da alegria do filho e tudo isso por causa dela, literalmente pois ele sabia que fora ela quem colocara os presentes embaixo da árvore. Bones realmente acertou. Queria que ela estivesse ali para ver o quanto ela fizera seu filho feliz. O menino não conseguia parar de falar e Booth se sentou ao lado dele para entender como tudo funcionava.


Encostada na porta da cozinha com um copo de suco de laranja na mão, Brennan sorria calada frente a alegria do menino. Estava feliz por poder apreciar essa bela cena entre pai e filho. Tomou um gole do suco e continuou observando. Parker disse o nome de alguma substância de modo bem engraçado para o pai e ela riu. O som chamou a atenção de ambos.


- Bones vem ver isso.


Booth virou a cabeça e abriu o sorriso de orelha a orelha. Ela estava ali. Escorada na porta vestindo um boxer de Booth e uma das camisas de botão que ele usava para trabalhar. Ela caminhou até o menino.


- Wow, Parker. Que microscópio legal.


Ela posou o copo na mesa de centro e puxou a caixa do brinquedo.


- Se quiser, posso te ajudar a usar.


- Claro! E sorriu pra ela. Brennan sorriu de volta e olhou pra Booth que parecia estar aéreo a tudo aquilo.


Sim, era a realização de um sonho. Seu filho e a mulher que amava juntos e se divertindo no dia de natal. Ela olhou pra ele e um hey silencioso escapou pelos lábios dela chamando sua atenção.


- Que tal tomarmos café? Estou faminta! Depois a gente monta tudo direitinho.


Os dois se levantaram e seguiram-na até a mesa. Parker então notou que ela usava as roupas do seu pai.


- Bones, porque você está usando a roupa do papai?


Ela virou-se para ele para responder mas Booth interveio.


- É porque ficou tarde pra Bones ir pra casa e ela não podia dormir com aquele vestido bonito ai, bem eu... eu emprestei umas roupas pra ela.


- Ela dormiu no seu quarto?


- Er... foi. Mas eu dormir na sala.


Brennan fez uma cara de repreensão para Booth.


- Booth...


- Mas se você dormiu na sala, porque não estava aqui quando eu vim abrir meus presentes? A Bones já estava na cozinha.


Booth se surpreendeu com a pergunta. Brennan aproximou-se de Parker e olhou pra Booth com cara de “sai dessa agora”.


- Parker, eu na verdade...


- Bones! Ele a puxou pelo braço e sussurrou.


- Ele é só um menino.


- Booth ele merece a verdade.


- Eu dormir sim aqui no quarto do seu pai e ele dormiu comigo também. Porque eu e seu pai nós nos sentimos atraídos um pelo outro e...


- Bones, olha a linguagem!


Parker abriu o sorriso e a abraçou. Os olhinhos ansiosos a fitavam querendo fazer a única pergunta que para ele importava.


- Vocês são namorados?


- O que você acha?


- Eu acho que se meu pai não quiser ser seu namorado, ele é um bobo.


Brennan riu.


- Você acha seu pai bobo?


Ele olhou pro pai que estava sem graça observando a cena.


- Não, se não como ele seria do FBI?


- Então a resposta é sim. Nós somos namorados.


Ele abraçou-a novamente e deu um beijo na bochecha dela.


- Obrigado Bones.


Ele olhou pra árvore de natal e para a cara do pai a essa altura realmente bobo diante do que presenciara.


- Obrigada papai noel. Esse é o melhor natal de todos!


Ele correu e sentou-se na mesa, Booth e Brennan o seguiram.


- Você realmente tem certeza que não quer filhos?


Ela sorriu pra ele.


- Agora não mais... o tempo dirá.


Sentaram-se a mesa e tomaram café como uma família de verdade.



CONTINUA...

5 comentários:

Lou! disse...

A-M-E-I! Quero continuação de ano novo concerteza!!!

Estefane disse...

Que fofo amiga este cap., fiquei até emocionada de imaginar a cena deles tomando café da manhã como uma família.
Parabéns tá ótimo.

Eu quero a continuação para o ano novo.

Rubine Andressa disse...

A continuação de Ano Novo tem que sair... Boa fic! A Brennan é direta demais!!

naiaramoreno disse...

Com certeza queremos continuação para o Ano Novo. Estou amando sua fic. Sem dúvidas uma das melhores que já li. Continue please!!

Mariane disse...

Ahh, excelente, continua sim até o ano novo.

BeijoOs!