terça-feira, 14 de setembro de 2010

[Bones Fic] As Time Goes By - Cap.25

Cap. 25

Dia 331 – Afeganistão



Booth estava exausto. Nos últimos dias, ele teve que acompanhar algumas operações de campo devido a falta de experiência dos recrutas. O exército solicitou mais combatentes para os Estados Unidos mas eles só chegariam daqui a uma semana. Ao entrar no seu alojamento não pode deixar de sorrir. Carta de Tempe, a única coisa capaz de animá-lo nesse momento. Desfez os laços do cuturno e decidiu tomar um banho. Minutos depois, ele estava deitado de pijamas com a carta dela nas mãos.

Dear Booth,

Estou te escrevendo porque preciso muito desabafar. Estou nervosa, angustiada não costumo ficar ou me sentir dessa maneira, você não me sai do pensamento como se algo não estivesse certo. Para piorar, fui assistir um filme com a Daisy e fiquei ainda mais nervosa. Chorei demais, só pensava em você principalmente ao ver as cartas que ele escrevia para ela. Não consegui dormir, sonhei acordada com algo ruim acontecendo com você. A propósito, o nome do filme é “Uma Carta de Amor”.

Booth tenho medo que você queira fazer algo heróico no Afeganistão. Não posso sequer cogitar a idéia de perder você. Peço por favor para que não banque o herói, esqueça por um momento que essa guerra também é sua e lembre-se que tem alguém que te ama e não suportaria viver sem você.

Promete que não vai fazer nenhuma besteira? Por mim?

E desculpe se te assustei. Realmente essa história mexeu comigo. Só me diga que está bem.

Love,
Bones.

Booth tinha visto esse filme uma vez. Sim, era muito bonito e de certa forma ela deveria ter se impressionado pelas cartas de amor. Ele precisava dar a ela algo que a fizesse ficar mais calma. Lembrou-se de algo que poderia mantê-la calma e também com lembranças boas deles. Pegou o caderno e pos-se a escrever.

Dia 338

Novos resultados chegaram da Universidade de Oxford e novamente eles não aceitaram os argumentos do meu time. O projeto está por um fio. Irei esperar apenas o relatório da Universidade de Paris e a análise do carbono que deve chegar em cinco dias. Nenhuma resposta de Booth. Estou ficando ainda mais preocupada.

Dia 340

Finalmente chegou carta do Booth.

Dear Bones,

Sua carta me deixou preocupado. Desculpe mas não tinha como. Saber que você está nervosa e por minha causa acho lindo mas fico imaginando o que se passa na cabecinha de Tempe Brennan para que ela chore e não durma pensando em mim. Não vou a lugar nenhum e prometo voltar a Washington são e salvo.

Meu lado heróico vai dormir, na verdade ele só existe para você nesse momento. Não vou mentir, estamos muito ocupados e tive inclusive que ir a campo devido a falta de pessoal. Porém, não quero que você perca seu sono por isso. Concentre-se no seu trabalho,ok?

Sobre o filme, bem eu já tinha visto e concordo que é muito bonito. Lembra um pouco a nossa situação nesse momento, hum? Você me pediu um favor então agora eu vou te pedir um. Em vez de pensar negativamente sobre esse filme, peço que pense no seu lado bom. Para isso, estou te mandando abaixo a letra de uma música que descreve a nossa situação nesse momento. Se você escutá-la vai perceber que ela foi escrita para nós. Pense nos momentos maravilhosos que passamos juntos e apenas sinta a melodia e a letra. Ah, e não esqueça eu te amo.

The sky may be starless,

The night may be moonless

But deep in my heart, there's a glow
For deep in my heart

I know that you love me,

You love me, because you told me so

Love letters straight from your heart

Keep us so near while we're apart

I'm not alone in the night

When I can have all the love you write

I memorize every line,

I kiss the name that you sign

And darlin, then I read again

Right from the start,

Love letters straight from your heart...

Love,
Booth.

PS.: O melhor de tudo isso é que temos apenas um mês separados e isso é uma boa coisa!

Estou sem palavras. Estou chorando mas dessa vez é por causa dessa linda poesia que ele me mandou. Booth realmente sabe como me atingir de um modo bom. Precisava disso. E muito.


Dia 344

Os resultados da análise do carbono chegaram ontem. Realmente essa expedição não merece crédito agora estou convencida. Tive uma reunião hoje com o meu time.Foi bem difícil encarar que todo o trabalho de um ano foi por água abaixo. Porém tive uma ótima equipe comigo, todos profissionais bem competentes inclusive Daisy. Agradeci a eles e disse que assim que arrumássemos todo o laboratório, estariam dispensados o que deve acontecer na próxima semana o que significa que vou pra casa uma semana mais cedo. Preciso avisar ao Booth.

Dia 348

Estou nesse momento na praia. O mar está de uma cor diferente, um azul cinzento. É bonito. Estou escutando a música que Booth me mandou no meu ipod. Adorei a letra e a melodia, o som do piano então! Inspirador. Vou escrever outra carta a ele, contar que vou pra casa daqui a cinco dias.

Presente

Brennan acordou cedo, arrumou-se e rumou para o Jeffersonian. Precisava falar com Cam e tentar reaver seu emprego. Chegando ao prédio pediu para ver a Dr. Saroyan. Minutos se passaram até quando a própria Cam veio ao seu encontro.

- Dr. Brennan! Que surpresa! Não sabia que já tinha voltado a Washington. Por favor, me acompanhe até minha sala.

- Obrigada, Cam.

Ela fez sinal para Brennan sentar-se e fez o mesmo. Sorrindo ela falou.

- Então me conte, como foi o projeto?

- Infelizmente não foi o que esperávamos. Nenhuma descoberta fantástica para a história da humanidade. Foi quase uma perda de tempo, valeu como experiência.

- Poxa é uma pena que você não tenha tido um bom ano.

- Até tive um bom ano mas a idéia inicial não foi concluída. Mas não é esse o motivo da minha visita a você.

- É claro. O que você deseja?

- Na verdade, vim aqui na esperança de que eu pudesse reaver meu emprego. Eu gosto de escavações e encontrar esqueletos antigos mas descobri que adoro o trabalho que faço aqui no Jeffersonian e você deve concordar comigo que eu sou uma profissional valiosa para sua equipe.

- Dr. Brennan é claro que você é uma excelente profissional e a melhor antropologa forense que eu conheço porém não será por isso que você terá seu emprego de volta e sim por questão de amizade.


- Por causa da sua amizade com Booth?

- Não, acredite eu gosto de você e considero mesmo de um modo estranho e não tão próximo que você é uma amiga.

Cam estendeu a mão para Brennan.

- Bem-vinda de volta ao Jeffersonian, Dr. Brennan.

Brennan não resistiu e abraçou a sua chefe.

- Muito obrigada Cam.


Dia 355 - Afeganistão

Booth estava coberto de sangue. Um dos seus cadetes teve que ser carregado por ele até a enfermaria após ter sido atingido na coxa. Booth odiava isso na guerra, ver jovens se ferindo, morrendo por uma causa que não era sua. Ao chegar no alojamento foi direto ao chuveiro se limpar. Ao voltar para o quarto enxugando os cabelos foi que reparou no envelope sobre a cama.


Incrível como as cartas de Bones sempre chegavam quando ele mais precisava.

Dear Booth,

Estou escrevendo para você por ter boas e más notícias. Conhecendo você, prefere que comece pela má. Ok, meu projeto fracassou, após todas as análises parece que não tínhamos toda aquela maravilha da história em nossas mãos. É triste, foi um ano perdido em análises, relatórios e pra que? Nada.

A única coisa boa que levo desse ano fora é você. Te descobrir,me render e me apaixonar por você. E essa não é a boa notícia. Provavelmente quando você receber essa carta, estarei de malas prontas para Washington. Deixarei a Indonésia uma semana mais cedo porém essa não será minha última carta pra você. Pena que não receberei mais nenhuma de você. Nosso encontro está de pé, vou te esperar no mesmo dia, no mesmo local.

E você sempre maravilhoso, hum? Quando estou morrendo de aflição, você vem com uma poesia de me tirar o fôlego. Por sua culpa, chorei novamente. Acho que essa música ficará marcada como a música dessa viagem. Love letters straight from your heart... essa frase diz tudo não?

Se cuida e nada de fazer besteira. Te vejo em Washington (mal posso esperar!).

Love,

Your Bones.


Nossa, um ano se foi e em dez dias ele poderia tê-la em seus braços novamente.



Continua......

Um comentário:

[Bih][Bia] disse...

lol!!

adorei *---* fez até eu ter vontade de postar a minha fanfic *---*
dá uma olhadinha!!
http://cartasdebones.blogspot.com/
!

estou te seguindo no twitter!
beijoos ;**